30/05 – Sarau das brejeiras: Que tipo de casamento queremos? – São Paulo (SP)

Gay-Marriage_2

Data: 30 de maio -Quinta-feira do feriado de Corpus Christi

Horário: das 16 as 21 horas

Local: Casa das Rosas – Avenida Paulista, 37 – perta da praça Oswaldo Cruz, metrô Brigadeiro

Entrada gratuita

Programação

Falam as lésbicas
das 16 às 18 horas
Kakau Paxeco, mulher múltipla, numa relação muito aberta
Léa Carvalho, editora e autora de No caminho do arco-íris (Metanoia, 2010), casadíssima
Nanda Cury, vocalista da banda X So Pretty, solteira
Rita Moreira, videomaker e poeta, autora de Perscrutando o papaia (Brasiliense, 1999), atualmente solteira

Falam os gays
das 18 às 20 horas
Celso Curi, jornalista, curador do festival de teatro de Curitiba, publisher do guia Off, casadíssimo
Claudio Picazio, psicólogo, autor de Diferentes desejos, Sexo secreto e Uma outra verdade, todos das Edições GLS, já viu de tudo
Kadu Lago, autor de Confissões ao mar (Copacabana Books, 2010), solteiro convicto
Alexandre Calladinni, autor Por favor me ajude (Metanoia, 2010), casadíssimo

Pocket show da banda X So Pretty
20 às 21 horas
com a charmosa vocalista Nanda Cury

Haverá livros lgbt de várias editoras à venda, inclusive da Brejeira Malagueta com belos descontos, assim como camisetas e badulaquezinhos do arco-íris.
Apareça para um debate inteligente com gente simpática, naquela casa cultural linda no comecinho da Paulista.

Organização da Editora Brejeira Malagueta
http://www.editoramalagueta.com.br

Na quinta-feira que antecede a Parada LGBT de São Paulo, convidamos você a vir participar de uma conversa sobre casamento lgbt.

Não se temos direito ou não, pois claro que temos. Vamos abrir espaço para discutir se casar como os héteros é uma boa ideia.

Muitos gays e lésbicas ficam meio reticentes, já que parte do movimento gay sempre achou que o casamento tradicional é um retrocesso, um ritual que não acompanha os vaivens da vida.
Será? Será que o casamento a dois ou a duas, monogâmico e eterno, com todas as suas promessas e cobranças, é o ideal?

Ou será que deveríamos abrir espaço para casamentos abertos, a três, com férias ou outros arranjos?
Vamos falar das possibilidades todas, com gays e lésbicas defendendo tanto a união fiel e permanente, quanto as ligações mais criativas.”

fonte: http://www.editoramalagueta.com.br/editora3/index.php/nossas-autoras/301-sarau-das-brejeiras-30-de-maio.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s