25/11 – Conversação Libertária : “Política, Religião e Anarquia” com Gustavo Ramus (SP/SP)

Toda religião implica produção de discursos de verdade e articula modos de subjetividades que determinam a constituição do sujeito. Os discursos religiosos produzem códigos de moralidade e resultam em formas de conduta. Portanto, é impossível tratar de religião fora de uma perspectiva política. No interior do cristianismo emergiu o que Michel Foucault denominou de poder pastoral, uma técnica política individualizante e totalizante: um dispositivo de governamentalidade. Contudo, o escritor russo Liev Tolstoi interpretou o cristianismo de forma libertária aproximando-o a um estilo de vida anarquista. Essa prática cristã desenvolvida por Tolstoi sugere uma negação ao Estado a partir de uma resistência pacífica, o ponto de partida do que se denominou anarquismo cristão.

Gustavo Ramus é mestre em Ciências Sociais pela PUC-SP com a dissertação “Anarquismos, cristianismo e literatura social (1890-1938)” sob orientação de Edson Passetti.

O evento é aberto e gratuito.
Uma realização da Soma – uma terapia anarquista
www.somaterapia.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s