De 21 a 23/02 (SP) – Morro como um país – 50 anos do golpe

Imagem inline 1

Morro como um país – 50 anos do golpe
Arte, cultura e ditadura
1964/2014

Três encontros para refletir sobre as relações entre estética e política.
Quando a violência institucional e a produção simbólica se encontram.

* 21/02 às 20h – CULTURA E DITADURA
Com Alípio Freire (ex-preso político, escritor e artista plástico) e Francisco Alambert (professor de história da arte/USP)

* 22/02 às 17h- DIREITOS HUMANOS E VIOLÊNCIA DE ESTADO + LANÇAMENTO DO LIVRO “A PERIFERIA GRITA”
Com José Damião de Lima Trindade (Procurador do Estado de SP e militante de direitos humanos) e Débora Maria (integrante do coletivo Mães de Maio)

* 23/02 às 16h – TEATRO E DITADURA: DISCUSSÃO SOBRE PROCESSOS DE TRABALHO
Com a Companhia do Tijolo, Grupo de Teatro do Oprimido da Garoa, Grupo de Teatro Alerquins e Kiwi Companhia de Teatro.

TODAS AS ATIVIDADES SÃO GRATUITAS
Contato 11 – 3337-4112 e 11- 976181690 (produção)
kiwiciadeteatro@gmail.com

Local: Sede da Kiwi CIA de Teatro
Rua: Frederico Abranches, 189, Ao lado do metro Santa Cecília – SP

Um comentário em “De 21 a 23/02 (SP) – Morro como um país – 50 anos do golpe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s