Arquivo da categoria: Encontros

23 a 27/09 (SP) – Seminário QUILOMBO MULHERES NEGRAS

Seminário QUILOMBRO – Mulheres Negras
23 a 27 de Setembro – Instituto das Artes – UNESP

Das 19h às 21h30 – Teatro Lourdes Sekeff

23/09 – Sarau: Quilombro em maturo
O que são saraus? Como acontecem esses movimentos na periferia?
COM Erica Peçanha e Alessandra Souza
Mediação – Alice Maria

24/09 – MULHER NEGRA NA ARTE
A mulher negra é retratada sob quais aspectos na arte?
COM Vanessa d’Alambert e Dulcilei C.Lima
Mediação – Alice Maria

25/09- NEGRITUDE E LITERATURA
A negritude e suas percepções pela literatura
COM Cintia Ribeiro e Marcio Farias
Mediação – Giselle dos Santos

26/09 – POESI-AR MEU QUOTIDIANO
Poetas negras e suas relações com a literatura e poesia
COM Tula Pilar, Khadja e Jenyffer Nascimento
Medicação – Giselle dos Santos

26/09 – SARAU – QUILOMBO MULHERES NEGRAS
Parte externa do Instituto de Artes – UNESP
COM Tiely Queen, Khadja, Camila Brasil, Fernanda Coimbra, Odisseia das Flores.

Endereço: Rua Dr.Bento Teobaldo Ferraz, 71, Barra Funda (ao lado do terminal rodoviário)

 

09 a 11/09 (SP) – Repensando Gênero e Feminismos – Seminário Internacional 20 anos do Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu

Data do Evento:
09/09/2014 – 15:00 até 11/09/2014 – 17:30 – UNICAMP – Auditorio do IA

 

Repensando Gênero e Feminismos
Seminário Internacional 20 anos do Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu
9 a 11 de Setembro de 2014 – Auditório do IA – Instituto de Artes/Unicamp
Transmissão online ao vivo http://socializandosaberes.net.br/
9/09/2014
15h        Mesa de abertura
FEMINISMOS E GÊNERO
16h        1ª Sessão
Coordenação: Mariza Corrêa (Unicamp)
                Eleni Varikas (Université  Paris 8/CNRS)
                Lia Zanotta Machado (UnB)
                Carolina Branco de Castro Ferreira (Unicamp)
Debate
18h        2ª Sessão
Coordenação: Albertina Costa (Fundação Carlos Chagas)
                Monica Tarducci (Universidad Nacional de San Martin/ Universidad de Buenos Aires)
                Claudia Fonseca (UFRGS)
                Dolores Juliano (Universidad de Barcelona)
Debate
10/09/2014
9h           ECONOMIAS SEXUAIS E TRÁFICO DE PESSOAS
Coordenação: Adriana Piscitelli (Unicamp)
                Christian Groes-Green (Roskilde University)
                Amalia Cabezas (University of California, Riverside)
                Kamala Kempadoo (York University)
                Marcia Anita Sprandel (Senado Federal e CMD/ABA)
Debate
11h30    INTERSECÇÃO DE DIFERENÇAS NAS MÍDIAS CONTEMPORÂNEAS
Coordenação: Iara Beleli (Unicamp)
                Richard Miskolci (UFSCar)
                Felicity Schaeffer Gabriel (University of California, Santa Cruz)
                Marcia Ochoa (University of California, Santa Cruz)
                Carmen Rial (UFSC)
Debate
15h30    PRAZER E PERIGO: 30 ANOS DE DEBATE
Coordenação: Maria Filomena Gregori (Unicamp)
                Júlio Assis Simões (USP)
                Maria Filomena Gregori (Unicamp)
                Sérgio Luis Carrara (UERJ)
                Regina Facchini (Unicamp)
Debate
11/09/2014
 
9h           DESAFIOS DA INTERSECCIONALIDADE EM GÊNERO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Coordenação: Maria Conceição da Costa (Unicamp)
                Martha Zapata Galindo (Frëie Universitat Berlin)
                Maria Margaret Lopes (Unicamp)
Debate
 
11h30    GÊNERO E CUIDADO
Coordenação:  Sabrina Finamori (Unicamp)
                Guita Grin Debert (Unicamp)
                Helena Hirata (Centre National de La Recherche Scientifique)
                Antónia Pedroso Lima (Instituto Universitário de Lisboa/CRIA)
                Bila Sorj (UFRJ)
Debate
15h30    RELAÇÕES DE GÊNERO NO MUNDO DO TRABALHO
Coordenação: Angela Carneiro Araújo (Unicamp)
                Maria Betânia Ávila (SOS Corpo)
                Moema Guedes (UFRRJ)
                Nadya Araujo Guimarães (USP)
Debate
17h30    ENCERRAMENTO
Coordenação do PAGU

06/09 (SP) – GÊNERO EM QUESTÃO: Feminismo e Lesbianidade nas Periferias Paulistanas

 

A Biblioteca Temática em Direitos Humanos do Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes inicia no mês de setembro o Ciclo de Roda de Conversas “Gênero em Questão”, com participação especial do Coletivo Juntas na Luta.

O projeto é voltado para a reflexão e produção literária e artística das relações de gênero, em especial na condição de jovens, homens e mulheres na periferia da cidade de São Paulo.

A primeira Roda de Conversa tratará do tema “Gênero em Questão: Feminismo e Lesbianidade nas Periferias Paulistas”. As rodas serão mediadas por militantes e por especialistas nos temas, abrindo espaços para reflexão, diálogo e aprofundamento da temática debatida. Começa às 14h!

Biblioteca Temática em Direitos Humanos

Rua Inácio Monteiro, 6.900, 08474-335 São Paulo

10 a 14/09 (SP) – FESTIVAL CCJ DE CULTURA LATINA

Entre os dias 10 e 14 de setembro, o CCJ – Centro Cultural da Juventude realiza seu primeiro Festival CCJ de Cultura Latina. Entre as atrações estão a cantora chilena Ana Tijoux, a dançarina e rapper espanhola Indee Styla, e o show Divas do HipHop que reúne 10 MC’s brasileiras no mesmo palco, entre elas Yzalú, Amanda NegraSim, Livia Cruz, Karol de Souza e Pamelloza Carvalho. Além de música e dança, o Festival CCJ de Cultura Latina terá apresentações de teatro, performances, aulão de culinária boliviana, uma feira gastronômica e exibição de longas e curtas metragens produzidos por latinos.

De 10 a 14/09, quarta a domingo. CCJ.

Confirme presença no evento do facebook: www.facebook.com/events/1455240908077276.

BANDA AZUKAR ABRE O FESTIVAL CCJ DE CULTURA LATINA

A Banda Azúkar  inspira-se no Pop, reggaeton, Merengue e Zouk e trás em sua trajetória profissional três participações em novelas  – “Páginas da Vida”, “Viver a Vida” e “ flor do Caribe” – com músicas de autoria própria e de muito sucesso no Brasil e América Latina.  O compromisso da banda é apresentar o melhor da música pop e pop latina, buscando inspiração em nomes como Célia Cruz, Oscar de León, entre tantos outros que revolucionaram o estilo latino entre as décadas de 70 e 80.

Dia 10/09, quarta, 20h. Área de Convivência.

Livre para todos os públicos. 200 lugares. 60 minutos. Não é necessário retirar ingresso.

OFICINA DE EMPANADA NO I FESTIVAL CCJ DE CULTURA LATINA

A Empanada, na Espanha e em quase todos os países da América Latina, é similar ao pastel português, uma preparação individual de massa de farinha recheada e assada no forno ou frita. Estas iguarias derivam do hábito de rechear pão para fazer as refeições da jornada dos trabalhadores do campo ou dos viajantes.

“Empanar” significa “transformar em pão”. Há variadas versões de empanada: a argentina, uruguaia, peruana, boliviana… O recheio pode ser de carne, queijo, aves, pescado, vegetais ou frutas.

A oficina será dada por Heber Chavez que trabalha no ramo alimentar há mais de 20 anos e é filho de pai boliviano.

Dia 11/09, quinta, 15h. Cozinha Experimental

Não recomendado para menores de 12 anos. 20 vagas. 180 minutos. Inscrições na recepção do CCJ ou online em www.inscricoes.ccj.art.br.

OFICINA MANUAL E GUIA DO PALHAÇO DE RUA

Direcionada a artistas ou futuros artistas que desejem descobrir os segredos do palhaço de rua, orientada ao trabalho individual e para espaços não convencionais com as seguintes formas de expressão: palavra, gesto, som, ruído, ação  e movimento.

Dia 11/09, quinta, das 15h às 19h. Área de Convivência.

Não recomendado para menores de 14 anos. Não é necessária inscrição prévia.

CHACOVACHI, CUIDADO UM PALHAÇO MAU PODE ARRUINAR TUA VIDA

O espetáculo estrelado pelo palhaço argentino, Chacovachi, se passa em um mundo cheio de contrariedades, inocência, acidez, conformismo e rebeldia. A peça mostra um palhaço autêntico em sua luta para entreter sem estupidificar. É um espetáculo para adultos onde crianças são muito bem vindas.

Direção, concepção e atuação: Fernando Cavarozzi (Chacovachi).

Dia 11/09, quinta, 19h30. Área de Convivência.

Livre para todos os públicos. 60 minutos. Não é necessário retirar ingresso.

DIVAS DO HIP-HOP

Divas do Hip-Hop é um projeto ousado e inédito no Brasil que reúne MC’s  para cantarem suas composições próprias e interpretarem músicas já conhecidas do rap nacional, na companhia de uma banda também composta só por mulheres. Participam do projeto: Yzalú, Amanda NegraSim, Lívia Cruz, Karol de Souza, Pamelloza Carvalho, Stefanie Roberta, Tássia Reis, Lua Rodrigues e Cris SNJ.

Dia 12/09, sexta, 20h. Arena.

Livre para todos os públicos. 90 minutos. 500 lugares. Não é necessário retirar ingresso.

COMIDA DE RUA COM SABOR LATINO

O CCJ convida chefs de comida de rua a montarem barraquinhas no Mirante do Centro Cultural durante o Festival CCJ de Cultura Latina. Será possível experimentar empanados, salteados, ceviches e vários outros sabores latinos.

Dia 13/09, sábado, das 11h às 16h. Mirante.

Livre para todos os públicos. 500 lugares. Não é necessário retirar ingresso.

OFICINA DE STREET DANCE

A coreógrafa e cantora de rap espanhol Indee Styla está em sua terceira passagem pelo Brasil. Durante o Festival CCJ de Cultura Latina, ela dará uma oficina de Street Dance.

Com Indee Styla.

Dia 13/09, sábado, 15h. Espaço Sarau.

Não recomendado para menores de 14 anos. 180 minutos. 20 vagas. Dançarinos intermediários ou avançados. Inscrições a partir do dia 2/09 na recepção do CCJ e online em http://www.inscricoes.ccj.art.br. Haverá seleção.

MC ESPANHOLA INDEE STYLA APRESENTA DISCO NOMADA

A coreógrafa e cantora de rap espanhol Indee Styla está em sua terceira passagem pelo Brasil. Durante o Festival CCJ de Cultura Latina, além de uma oficina de Street Dance, ela apresentará o show do seu mais novo álbum Nomada, lançado agora em 2014.

Dia 13/09, sábado, 20h30. Área de Convivência.

Livre para todos os públicos. 90 minutos. Não é necessário retirar ingresso.

CHILENA ANA TIJOUX ENCERRA O FESTIVAL CCJ DE CULTURA LATINA

Ana Tijoux é uma cantora franco-chilena que começou rimar ainda adolescente nos guetos de Santiago, ganhando reconhecimento na cena hip-hop local no final dos anos 90, com o grupo Makiza. Possui sete discos lançados, sendo os quatro últimos trabalhos solo. Ana é hoje considerada uma das principais MC’s da América Latina, e foi indicada ao prêmio Grammy em 2012. No CCJ, ela apresenta o show de seu quarto CD solo, o Vengo.

Dia 14/09, domingo, 19h. Área de Convivência.

Livre para todos os públicos. 90 min. Não é necessário retirar ingresso.

13/09 (SP) – Eleições 2014: um programa para as mulheres

 

O Coletivo Feminismo sem Demagogia gostaria de convidar a todes para debater o programa feminista sob uma perspectiva classista no contexto das eleições de 2014. Para isso, convidamos três candidatas de organizações com as quais temos proximidade teórica e/ou prática para refletir sobre a intervenção no processo eleitoral e sobre as principais necessidades de mudança para as mulheres.
Destacamos que não apoiamos especialmente nenhuma candidatura, mas temos acordos parciais com algumas organizações que lançaram candidaturas de mulheres, e consideramos importante visibilizar e comparar seus programas, para balizar as discussões das demandas feministas.


O debate ocorrerá no dia 13 de setembro, às 14h, no sinsprev na Rua Antônio Godoy, nº 88 – 5º andar – Largo do Paissandú


Convidadas:
Arielli Tavares – PSTU
Isa Penna – PSOL
Lígia Fernandes – PCB

 

 

06/09 (GRU) – Festa Feminista na Casa Clam

Shows

MC Luana Hansen Hansen

Hayane Souza (Voz e Violão)

Discotecagem Feminista

“Mulher, yabas bailam em ti”
Leitura de histórias e Oficina de Dança dos Orixás Femininos do Candomblé

Márcia Martins de Oliveira Turbanista ♥
Banquinha de Turbantes

Exposições

xereca
Bárbara Gondar
Mariana Nakano
Bruna Berenguel

Performance
Joanah Dark

Apresentação Burlesca

Comida Vegan
Zines
Banquinha
Sororidade
Amor
Amigas
Empoderamento
Carinho
Abraços
#Vem

Entrada 10$

A #CasaClam fica na Avenida Rotary, 98 – Itapegica – Guarulhos, a partir das 19h

29/08 (SP) – Dia da Visibilidade Lésbica e Bissexual: Um tributo a Vange Leonel

Exibindo dia-da-visibilidade-lesbica-.jpg
O encontro discutirá a Visibilidade Lésbica e Bi, com homenagem à cantora, compositora, escritora e ativista Vange Leonel.

A partir das 18h: Exibição de conteúdo audiovisual produzido por lésbicas

20h: Roda de conversa sobre o Dia da Visbilidade Lésbica e Bissexual – Um tributo a Vange Leonel

Serão vendidas comidinhas no local e o encontro vai terminar com comemoração.

Chame as amigas e venha conversar, comer, beber e se divertir!

29/08 (PE) – Dia Nacional da Visibilidade Lésbica – MMM-PE – Núcleo Agreste

Dia Nacional da Visibilidade Lésbica - Marcha Mundial das Mulheres de Pernambuco - Núcleo Agreste
“Pra nós, feministas Lésbicas da Marcha Mundial das Mulheres, o 29 de Agosto é uma data de luta por nossos direitos que ainda não estão garantidos na sociedade. Ainda somos vítimas da violência machista, patriarcal e capitalista que nos deixa bastante vulneráveis. O Mês da Visibilidade Lésbica não é apenas um mês comemorativo, mas é uma marca de nossas lutas diárias.
Essa data é pra afirmar que nossa caminhada permanece em todos os cantos, que queremos um Estado Laico e Liberdade pra andar na rua com nossas namoradas e companheiras sem ser alvo de piadinhas machistas e violência. Assim como as pessoas heterossexuais tem garantido seu direito de se relacionar, nós também queremos o nosso porque não violamos nenhuma lei.” Extraído de http://marchamulheres.wordpress.com/2014/08/19/respirar-o-amor-aspirando-liberdade/

Mulherada, sexta é dia de batucar e protestar contra a invisibilidade. Bote sua roupa de festa, pegue sua latinha, saia da lagoa e venha para a rua. A concentração será no Grande Hotel e juntas vamos marchar para a Má Fama, lá vamos botar a boca no trombone, batucar e dançar pela liberdade! Venham todas!
MMM Agreste.

Dia 29/08 às 21h – Av. Rio Branco,365 Centro, Caruaru – PE

31/08 (RS) – Roda de Conversa: Dia da Visibilidade lésbica

29 de agosto é o DIA DA VISIBILIDADE LÉSBICA. Por isso, neste domingo vai rolar uma roda de conversa pra debatermos algumas pautas da comunidade lésbica, pautas essas que apesar de urgentes, muitas vezes ficam esquecidas dentro dos movimentos feminista e LGBT. Além disso, vai ter atividade de consciência corporal com a Sariana Lima e oficina de lambe com as queridas do Manifesto Grrrl Power. Também vão estar presentes as minas do coletivo Maria Subversiva, de Santa Cruz do Sul, que passam por Santa Maria no fim de semana e aproveitam pra compartilhar a tarde e trocar experiências com a gente.

Domingo, 31/08, às 16h no auditório do DCE (Rua Professor Braga, 79). Santa Maria – RS

♀♀♀ ATIVIDADE SÓ PARA MULHERES ♀♀♀

OBS: quem puder leva CANETÃO pra oficina de lambe

06/09 (SP) – Espaço para abortar: Mujeres Creando na 31ª Bienal de SP

Mujeres Creando, organização feminista autônoma boliviana está em São Paulo, Brasil, para participar da 31ª. Bienal de Arte de São Paulo. Aí apresentaremos um espaço que se chama: ESPACO PARA ABORTAR. Além do apelo aos governos e igrejas de nosso continente, queremos abrir um espaço para falar sobre aborto em primeira pessoa: como o vivenciamos e o que significa em nossas vidas? Desdramatizar o discurso religioso oficial sobre o aborto, desafiar e instigar.

Para isso estamos organizando uma espécie de marcha dentro do contexto da bienal e queremos contatar companheiras que estejam em São Paulo, nesta e em outras lutas e que queiram participar com sua palavra direta. Imaginamos que muitas de vocês conheçam a relevância que tem a Bienal de Arte de São Paulo no Brasil e em todo o continente. Desse modo, quanto mais numerosa e mais rica possa ser nossa mobilização, maior uso estaríamos fazendo deste espaço para fazer escutar nossa voz feminista.

Por favor companheiras, caso queiram participar peço a vocês que me mandem um email a este endereço: mujerescreando@entelnet.bo

A Marcha acontece dia 06 de setembro às 15h das tarde no Parque Ibirapuera, na Bienal de Arte de São Paulo no “Espaço Mujeres Creando”.


Por favor, ajudem as mulheres que não estão no Brasil a transmitir esta mensagem.

Que o parque e a bienal de São Paulo, os governos, os meios de comunicação e até os passarinhos saibam que estamos em pé de luta falando em primeira pessoa e atuando além da idiotice estatal:

NEM BOCA FECHADA, NEM ÚTERO ABERTO.