Arquivo da categoria: Manifestações

29/08 (PE) – Dia Nacional da Visibilidade Lésbica – MMM-PE – Núcleo Agreste

Dia Nacional da Visibilidade Lésbica - Marcha Mundial das Mulheres de Pernambuco - Núcleo Agreste
“Pra nós, feministas Lésbicas da Marcha Mundial das Mulheres, o 29 de Agosto é uma data de luta por nossos direitos que ainda não estão garantidos na sociedade. Ainda somos vítimas da violência machista, patriarcal e capitalista que nos deixa bastante vulneráveis. O Mês da Visibilidade Lésbica não é apenas um mês comemorativo, mas é uma marca de nossas lutas diárias.
Essa data é pra afirmar que nossa caminhada permanece em todos os cantos, que queremos um Estado Laico e Liberdade pra andar na rua com nossas namoradas e companheiras sem ser alvo de piadinhas machistas e violência. Assim como as pessoas heterossexuais tem garantido seu direito de se relacionar, nós também queremos o nosso porque não violamos nenhuma lei.” Extraído de http://marchamulheres.wordpress.com/2014/08/19/respirar-o-amor-aspirando-liberdade/

Mulherada, sexta é dia de batucar e protestar contra a invisibilidade. Bote sua roupa de festa, pegue sua latinha, saia da lagoa e venha para a rua. A concentração será no Grande Hotel e juntas vamos marchar para a Má Fama, lá vamos botar a boca no trombone, batucar e dançar pela liberdade! Venham todas!
MMM Agreste.

Dia 29/08 às 21h – Av. Rio Branco,365 Centro, Caruaru – PE

30/08 (BH) – 10ª Caminhada das Lésbicas e Bissexuais de BH

 

Programação da 3ª Semana da Visibilidade das Lésbicas e Bissexuais de BH

Sexta – 22/08
19h – Roda de Conversa: Saúde da Mulher Lésbica e Bissexual
(Rede Feminista de Saúde)
FEAD – Unidade V – Saúde – R. Santa Rita Durão, 1160, Funcionários

Sábado – 23/08
14h – Roda de Conversa: Papo Lés (Negras Ativas)
Sede das Negras Ativas (Antiga ALEM) Rua da Bahia, 573, Sala 703
17h – Roda de Conversa: Infância, Adolescência e Juventude Lésbica: Crescer amando mulheres (GARRa Feminista) – Praça Raul Soares

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/790893340953663/

Domingo – 24/08
9h – Futebol das Minas (Rede Afro LGBT Mineira)
Oficina: Stêncil & Camisetas (GARRa Feminista)
Oficina: Cancioneiro (Levante Popular da Juventude)
Oficina: Construção de Instrumentos (Suspirin Feminista)
Escola Estadual Afonso Pena – Avenida João Pinheiro, 450 – Centro

Segunda – 25/08
19h – Oficina: Consenso Sexual Entre Lésbicas (Coletiva Pêlas)
Instituto Helena Greco – Rua Hermilo Alves, 290 Santa Tereza

Terça – 26/08
19h – Oficina: Chá com Bolachas (Suspirin Feminista)
Instituto Helena Greco – Rua Hermilo Alves, 290 Santa Tereza

Quarta – 27/08
17h – Debate: Violência e Lei Maria da Penha (DCE UFMG)
Praça de Serviços da UFMG – Campus Pampulha

Quinta – 28/08
18:30h – Filme: Pariah + Roda de Conversa (Rede Afro LGBT Mineira)
Cineclube Joaquim Pedro de Andrade
Sinpro – Rua Tupinambás, 179 – 14ºandar – Centro – BH/MG

Sexta – 29/08
19h – Piquenique da Visibilidade Lésbica e Bissexual na Praça Raul Soares

Sábado – 30/08
12h – Concentração da 10ª Caminhada das Lésbicas e Bissexuais de BH
Duelo de Mulheres MCs (Parceria com Família de Rua)
Pocket Show: Érika Ribeiro (Banda Toplez) – Praça 7

Domingo – 31/08
14h – Viva as Ocupações Urbanas – Resiste Sapatão!

Segunda – 01/09
17h – Debate: Feminismo Anti-prisional (Suspirin Feminista)
Instituto Helena Greco – Rua Hermilo Alves, 290 Santa Tereza

06/09 (SP) – Espaço para abortar: Mujeres Creando na 31ª Bienal de SP

Mujeres Creando, organização feminista autônoma boliviana está em São Paulo, Brasil, para participar da 31ª. Bienal de Arte de São Paulo. Aí apresentaremos um espaço que se chama: ESPACO PARA ABORTAR. Além do apelo aos governos e igrejas de nosso continente, queremos abrir um espaço para falar sobre aborto em primeira pessoa: como o vivenciamos e o que significa em nossas vidas? Desdramatizar o discurso religioso oficial sobre o aborto, desafiar e instigar.

Para isso estamos organizando uma espécie de marcha dentro do contexto da bienal e queremos contatar companheiras que estejam em São Paulo, nesta e em outras lutas e que queiram participar com sua palavra direta. Imaginamos que muitas de vocês conheçam a relevância que tem a Bienal de Arte de São Paulo no Brasil e em todo o continente. Desse modo, quanto mais numerosa e mais rica possa ser nossa mobilização, maior uso estaríamos fazendo deste espaço para fazer escutar nossa voz feminista.

Por favor companheiras, caso queiram participar peço a vocês que me mandem um email a este endereço: mujerescreando@entelnet.bo

A Marcha acontece dia 06 de setembro às 15h das tarde no Parque Ibirapuera, na Bienal de Arte de São Paulo no “Espaço Mujeres Creando”.


Por favor, ajudem as mulheres que não estão no Brasil a transmitir esta mensagem.

Que o parque e a bienal de São Paulo, os governos, os meios de comunicação e até os passarinhos saibam que estamos em pé de luta falando em primeira pessoa e atuando além da idiotice estatal:

NEM BOCA FECHADA, NEM ÚTERO ABERTO.

31/05 (RJ) -Puta Dei Brasil – de Niterói para o mundo

Dia Internacional da Prostituta

Lançamento Coleção DASPU na Copa
Com lingerie para todos os tipos da joga da Luxúria

Uma passarela passeata contra a repressão policial e para os direitos das prostitutas de Niterói

Rua Amaral Peixoto 327
Centro, Niterói

Concentração 10h
Passarela Passeata 11h

https://www.facebook.com/events/649972458414732/?ref=2&ref_dashboard_filter=upcoming

31/05 (SP) – ATO PÚBLICO POR UMA CONSTITUINTE EXCLUSIVA

 

Ato Público em defesa das políticas públicas com participação popular por uma constituinte exclusiva e soberana para reformar o sistema político.

A concentração para o Ato será em frente ao Teatro Municipal de São Paulo, às 09 da manhã, seguindo até a Praça da Sé.

24/05 (SC) – Marcha das Vadias de Floripa

Data: Sábado, 24 de maio de 2014 à partir das 10h00
Local: Praça XV de Novembro
Endereço: Praça XV de Novembro – Centro

Olá gente, finalmente criamos o evento oficial da Marcha das Vadias de Floripa. Pelo quarto ano consecutivo estamos aqui marchando contra toda forma de opressão de gênero e esperamos que, cada vez mais, muitas pessoas se somem nessa caminhada.
Neste evento estaremos atualizando semanalmente o calendário de debate, de rodas de conversas, de cines-debate, de vendas de artesanato feminista, panfletagens, dentre outras atividades que estarão sendo realizadas até o dia 24 de maio.  (…)

A Marcha das Vadias é um movimento feminista que busca questionar e eliminar essa lógica machista e violenta da sociedade que  vivemos. Nossa luta é para que todas as mulheres sejam livres para se comportarem e se vestirem como bem entenderem, sem que para isso precisem sofrer qualquer tipo de violência, intimidação ou julgamento. Nossos corpos nos pertencem, e exigimos completa autonomia sobre eles para que possamos viver livremente e que sejamos respeitadas em nossas escolhas. Esta marcha é uma ação feminista pela liberdade e igualdade de gênero, pelo fim das opressões e hierarquias de violência. Nenhum violências é justificável, nenhuma violência deve ser tolerada!

Facebook: https://www.facebook.com/MarchaDasVadiasFlorianopolis?fref=ts

04/06 (SP)- Lançamento do Comitê de Mulheres do Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva.

 

O Comitê de Mulheres convida a todas que lutam por um mundo de igualdade a se juntarem conosco no lançamento do comitê de Mulheres do Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva.

 Para começar em grande estilo faremos uma atividade de rua!

Venha, traga outras companheiras!

Dia 04/06/2014 na Praça Ramos às 15h

13/05 (SP) – Ato de repúdio ao racismo na FMUSP

 

No dia 30/04, a estudante de Saúde Pública Mônica Mendes Gonçalves foi impedida de entrar na Faculdade de Medicina da USP pelos seguranças do local, ao mesmo tempo outros estudantes estavam entrando sem nenhum problema. Após bastante discussão a entrada de Mônica foi permitida, porém a estudante foi escoltada pelos seguranças até o local onde ela iria.

Isto é um claro caso de racismo institucional, não foi à toa e muito menos foi um caso isolado.
Para marcar incisivamente o ocorrido e como forma de repúdio convidamos todos ao ATO que ocorrerá no dia 13 de Maio, data de 126 anos da abolição da escravatura no Brasil.
126 anos depois da FALSA abolição persiste o GENOCÍDIO do povo preto. A negação da cidadania fundou a relação do branco europeu com o povo preto africano escravizado. O Brasil se funda Estado Nação sobre a “Ordem” da hierarquia racial e o “Progresso” da política GENOCÍDA do Estado; É possível exemplificar o custo da negação da cidadania ao povo preto nas mais de 20 mil vidas de seus jovens tiradas por tiros de ponto 40 da PM, nos mais de 350 mil dos nossos em um sistema carcerário de pouco mais de 500 mil.
126 anos depois da abolição, os que conseguem driblar o aborto clandestino, a fome, a miséria, o embranquecimento, o crime e o sistema carcerário, os tiros da polícia, o emprego precarizado, as péssimas condições de ensino e o vestibular, são barrados na entrada da faculdade com a carteirinha na mão.
Cabe a elite branca reconhecer que a cor da pele lhe dá privilégios sociais, econômicos e culturais em uma sociedade estruturada no racismo como a brasileira.
Somos Mahin, Zumbi, Dandara, Ganga-Zumba e tantos outros que deram sangue, suor e lágrimas para que aquele 14 de maio nascesse preto. Nenhum passo atrás até a concretização dessa obra!
Exigimos posicionamento da FMUSP, exigimos que se levante o debate do racismo na Universidade de São Paulo e a situação do preto nesta. Exigimos que se reconheça que a mente colonial ainda vigora na sociedade de hoje e que não diferente vigora na USP intensamente. Exigimos que o currículo do curso de medicina contemple as especificidades do corpo do homem preto e da mulher preta, que se construa saúde para gente preta. Exigimos que seja pensado o que representa a porcentagem de inserção dos pretos na Universidade e que esta é um claro reflexo do racismo que ainda se manifesta rotineiramente na sociedade. Exigimos que se reflita quais são as chances do preto da favela chegar a cursar uma Universidade pública, antes que seja morto, pela fome ou pela polícia.
Exigimos o fim das catracas e o livre acesso, o fim da segregação e elitização do espaço público que é a FMUSP.
Convocados estudantes, professores, funcionários, movimentos sociais e qualquer um que se indigne com o racismo tão presente em nossa sociedade.
Nenhum caso de opressão deve ser silenciado!

RACISTAS NÃO PASSARÃO!

Dia 12/05 18h00
Oficina de cartazes – Entrada da Biblioteca da Faculdade de Saúde Pública

Dia 13/05

11:00 Concentração – Escadarias da Faculdade de Saúde Pública
12:00 Ato em direção a Faculdade de Medicina da USP

DIA 15/05 Aula aberta com a profª Emérita Elza Salvatori Berquó sobre Atenção em Saúde Reprodutiva no Brasil: Eventuais Diferenciais Étnicos-Raciais

Horário: das 14h00 1as 16h30
Local: no auditório João Yunes da FSP USP (Av. Dr. Arnaldo, 715 – Cerqueira César – São Paulo/SP (Metrô Clínicas).

20/05 RODA DE CONVERSA SOBRE RACISMO ÀS 18H + SARAU NO PUBMED – CAOC

 

Evento no facebook!

03/05 – [SP] – XII Caminhada de Mulheres lésbicas e bissexuais de São Paulo

caminhada

 

XII Caminhada de Mulheres lésbicas e bissexuais de São Paulo – Lésbicas e Bissexuais em Luta contra o Machismo e a Violência (https://www.facebook.com/events/212147708994603/?ref=22)

 

A Praça “da” Ciclista, na Av. Paulista, será transformada em um grande palco de luta por igualdade de direitos e combate ao machismo, lesbofobia, bifobia, transfobia e racismo.


A concentração ocorre a partir das 14h00 na Praça “da” Ciclista, esquina da Av. Paulista com a Rua da Consolação. Em seguida, a Caminhada percorre a Rua Augusta até o Largo do Arouche, que recebe as participantes com música ao vivo e atividades culturais a partir das 17h30. Sobem ao palco artistas que traduzem a cultura lésbica e bissexual paulistana em suas diferentes expressões.

A Caminhada adota um discurso combativo, a favor da autonomia e do protagonismo das mulheres lésbicas e bissexuais, pelo direito e garantia de sua livre expressão e contra a opressão heteronormativa e machista.

Encerramento a partir das 17h30 no Largo do Arouche

Programação

Valquíria Rosa e Maúde – Intervenção

Suellen Luz
facebook: https://www.facebook.com/suellenluz

Post
Site: http://post.hotglue.me/

Tiely Queen e Luana Hansen

Tiely Queen
http://www.youtube.com/user/TielyQueen

facebook Luana Hansen:
https://www.facebook.com/pages/DJ-Luana-Hansen/269488799820532

Anti-Corpos

bandcamp: http://anti-corpos.bandcamp.com/
facebook: https://www.facebook.com/pages/Anti-Corpos/167742563341472?fref=ts

Mais informações:
Facebook: www.facebook.com/Caminhada.Les.Bi
twitter: caminhada_lesbi
Site: http://caminhadalesbica.org/
Contato: caminhada.lesbi@gmail.com

Comissão de Comunicação da XII Caminhada de Lésbicas e Bissexuais de São Paulo

08/03 (SP) – Dia Internacional de Luta das Mulheres

ATO DO DIA INTERNACIONAL DE LUTA DAS MULHERES EM SÃO PAULO

 

DIA 8 DE MARÇO DE 2014

 

Concentração a partir  das 9 horas no vão livre do MASP (Avenida Paulista, 1578 – próximo ao metrô Trianon-Masp)

 

Trajeto: consolação até praça Roosevelt. 

 

 

 

NO 8 DE MARÇO, AS MULHERES ESTÃO NAS RUAS, EM LUTA CONTRA A VIOLÊNCIA, PELA IGUALDADE, LIBERDADE E POR MAIS DIREITOS!

 

 

Confirme presença, convide todxs: https://www.facebook.com/events/780306201980697/?fref=ts